SEO para WordPress: Optimização dos Templates

SEO para WordPress: Optimização dos Templates



O aspecto de um site criado em WordPress é definido pelo template que está instalado. Template esse que também pode (e deve) ser optimizado para os motores de busca. Este artigo faz parte do guia essencial para SEO no WordPress, que lhe vai ensinar o básico sobre optimização para motores de busca no seu site ou blog.

Cabeçalhos do template

A maior parte dos templates WordPress já vem bem preparada para ter as tags corretas nos posts. É importante que o título esteja em H1 e que não exista mais nenhum cabeçalho a competir com ele.

O tamanho dos cabeçalhos é o que faz com que os motores de busca dêem mais peso ao texto que se encontra dentro dessa secção. É preciso olhar para os ficheiros post.php e page.php para analisar quais são as tags utilizadas para os cabeçalhos.

Mover o lixo para fora do template

As linguagens de programação podem transformar o seu template num esparguete sem sentido. Por exemplo, o código em java e CSS deve estar fora dos seus templates, num ficheiro externo. Os motores de busca não indexam esses pedaços de código e pode até atrapalhar a sua pesquisa.

Optimização do template para rapidez

Nem todos os visitantes têm ligações de banda larga em casa, por isso é importante manter o seu site optimizado para que seja rápido a carregar em ligações mais antigas. Existem Plugins que melhoram este aspecto, como é o caso do WP-Super-Cache que cria uma página HTML estática, minimizando assim o trabalho do servidor e da base de dados.

Outro aspecto que precisa de analisar com atenção é o alojamento que escolhe para o seu site. Existem várias empresas no mercado, sejam as grandes multinacionais até às pequenas empresas locais. Escolher o alojamento do site é uma decisão importante. Se estiver interessado, consulte os nossos planos de alojamento.

Cuidado com os links que tem em todo o seu site. Se tem um blogroll com 50 amigos, poderá estar a prejudicar o seu site. Os motores de busca não gostam de seguir links que não têm nada a ver com o conteúdo do seu site. Além disso, os visitantes têm mais possibilidade de sair do seu site se deixar vários links disponíveis na sidebar.

Limite os links àquilo que é realmente importante para o seu site e consiga ter melhor SEO no WordPress. No próximo artigo aprenda SEO para utilizadores WordPress mais experientes.


Partilhe esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.