Estratégias de Marketing de Conteúdos

Estratégias de Marketing de Conteúdos



Para obter os resultados almejados após criar um site profissional, não basta criar conteúdo e depois esperar que surja o tráfego que aspira alcançar. Pelo contrário, é preciso adotar estratégias de marketing de conteúdos e, em simultâneo, recorrer aos melhores canais de promoção, cujos principais exemplos iremos abordar mais abaixo.

Apesar dos seus esforços, é preciso ter sempre em linha de conta que o marketing sem excelente conteúdo é impossível, porém, é necessário seguir certas estratégias e divulgar ao máximo o seu conteúdo. De qualquer modo, dever-se-á dar sempre primazia à qualidade do conteúdo. Caso contrário, dificilmente alcançará os resultados que pretende para o seu projeto. Mas, vamos começar pela base, para nos certificarmos que você tem uma visão abrangente sobre o marketing de conteúdos.

O que é o marketing de conteúdos?

Se esta vertente do marketing ainda der azo a muitas dúvidas, saiba que a mesma assenta essencialmente numa estratégia de marketing baseada na criação e posterior distribuição de conteúdo valioso, relevante e partilhável, para atrair um determinado público-alvo e, em última análise, levar as pessoas a fazerem algo.

No caso de projetos comerciais, essa ação poderá ser a compra de um produto ou serviço, ou simplesmente passar por uma lead (contacto), deixando as potenciais compras/vendas para mais tarde.

De qualquer modo, trata-se de um processo contínuo, que pode e deve ser integrado numa estratégia de marketing mais ampla, de forma a potenciar os seus esforços e otimizar os seus resultados.

Estratégias de marketing de conteúdos

Para tirar o devido proveito do seu conteúdo, é necessário colocar em prática uma série de estratégias. Vejamos abaixo quais são, na nossa ótica, as três mais importantes estratégias de marketing de conteúdos:

Criar conteúdo visualmente apelativo

Criar conteúdo único, de qualidade, e visualmente apelativo é o primeiro passo que qualquer webmaster tem invariavelmente de dar. Quando falamos de conteúdo, falamos não apenas do texto propriamente dito, apesar de ser o mais importante, mas também de outros aspetos que poderão enfatizar a qualidade do mesmo. Isto pode passar, por exemplo, por usar imagens relevantes, infográficos ou tabelas, que podem levar o conteúdo a outro nível.

Escrever textos bem escritos, partilháveis

Segundo um estudo do BuzzSumo, uma das melhores ferramentas online para marketing de conteúdos e campanhas de SEO, existem algumas características comuns no que concerne aos artigos virais. Estas características englobam: textos longos, desde 3,000 a 10,000 palavras; imagens relevantes; apelos às emoções; um artigo do estilo “como fazer…”; ser percecionado como confiável; ser partilhado por webmasters/sites/páginas populares; por último, ser promovido intensamente durante dias, semanas, ou meses.

Partilhar, partilhar, partilhar

Mesmo que o seu objetivo seja obter acima de tudo tráfego orgânico, não deve descurar o tráfego social, aliás, para um artigo se tornar viral, terá necessariamente de ser (muito) partilhado, e isso acontece essencialmente nas redes sociais. Para o efeito deverá tirar partido dos canais de partilha de conteúdos que iremos referir abaixo, como o Facebook, Google+ ou Twitter e, se possível, entrar em contacto com páginas sociais relevantes para o seu nicho, para aferir a possibilidade de partilharem o seu conteúdo com os seus seguidores, o que aumentaria drasticamente o seu alcance.

Naturalmente, isto não invalida que você adote métricas de SEO importantes nos seus conteúdos, para otimizar o seu tráfego orgânico, o qual é muito importante, contudo, de forma a conseguir resultados mais rápidos, deverá ter em atenção as estratégias supracitadas. Afinal, o conteúdo é “rei”, mas, para se tornar viral, é preciso partilhar o mesmo.

Canais para marketing de conteúdos

Depois de abordarmos que estratégias você deve tentar implementar para criar e promover o conteúdo, devemos fazer uma referência aos canais que tem ao seu dispor para efeitos de marketing de conteúdos. Assim, estes podem incluir:

Aplicativos

Com o aumento exponencial da utilização de smartphones, aumentou também consideravelmente o uso de aplicativos, as populares apps. Independentemente do nicho de mercado, promover o seu conteúdo através de um aplicativo pode ser mais envolvente e aumentar o valor para o leitor desses conteúdos.

Blogs

Se ainda não tem um blog associado ao seu site, saiba que esta é uma das melhores ferramentas que tem ao seu dispor, para referenciar os seus conteúdos, além de que é extremamente fácil divulgar um artigo de um blog. Algo a não descurar é o potencial de um blog ao nível do link building.

E-mail

Embora não seja propriamente uma novidade, o e-mail não deixa de ser um dos melhores canais de marketing de conteúdos que você tem ao seu dispor, razão pela qual nunca se deve descurar o e-mail marketing como forma de promoção. Além deste canal permitir segmentar os leitores, pode-se promover vários tipos de conteúdo através dos mesmos, desde artigos, eBooks, relatórios, entre outros.

Guest blogging

Se ainda não está familiarizado com o guest blogging, consiste em criar e publicar conteúdo noutro projeto, ou melhor, num blog, que não o seu. É uma canal eficiente e muito vantajoso para o seu site ou negócio. Embora seja difícil por ser necessário desenvolver mais conteúdo, é uma estratégia bastante útil, também para efeitos da criação de inbound links.

Podcasts

Por vezes, o texto e vídeo não são suficientes. Uma opção muito em voga em grandes projetos passa pela criação de podcasts. Assim, mesmo que os subscritores ou leitores não tenham um computador, podem mesmo assim ouvir o conteúdo através do seu dispositivo móvel.

Redes sociais

É indubitável que hoje em dia qualquer estratégia de marketing tem de passar também pelas redes sociais, uma vez que as mesmas são capazes de cativar inúmeros usuários. Dito isto, é  importante que se crie contas nas principais redes, para no futuro divulgar o seu conteúdo. As redes mais populares são o Facebook, Google+, Twitter e Instagram.

YouTube

As pessoas adoram vídeos e daí percebe-se muito do sucesso do YouTube. Devida a essa perceção, muitas são as empresas e marcas que veem esta plataforma como o canal ideal para dedicar os seus esforços de marketing. Neste caso, por exemplo, poderão ser criados vídeos baseados em tutoriais ou avaliações de produtos/serviços.

Estas são, em suma, as principais estratégias e canais que tem ao seu dispor para alavancar o seu marketing de conteúdos. Ao colocar em prática as nossas sugestões, decerto começará a notar paulatinamente os resultados positivos para o seu projeto.


Partilhe esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.