Marketing Digital: O que é e como fazer

Marketing Digital: O que é e como fazer



Atualmente, face aos novos hábitos dos consumidores, se você tem um negócio, é importante saber como é que pode fazer chegar os seus produtos ou serviços a tais consumidores, recorrendo a estratégias e canais de marketing digital eficientes. Para quem ainda só recorre aos canais de marketing tradicionais, existe o risco de ser ultrapassado pela concorrência, num mercado nacional e global cada vez mais competitivo.

Mas para que obtenha resultados satisfatórios com as suas campanhas de marketing, deverá saber em que consiste o marketing digital, quais são os seus canais e, claro, como pôr em prática a sua campanha.

O que é o marketing digital

Se você não está propriamente familiarizado com o termo marketing digital, este refere-se essencialmente à publicidade que é entregue através de canais digitais, como, por exemplo, motores de busca como o Google ou o Bing, sites, social media, e-mail e aplicativos para dispositivos móveis. Trata-se, também, de um termo lato, isto é, que pode abranger um leque abrangente de atividades de marketing, cuja aceitação nem sempre é unânime. Em todo o caso, abaixo, poderá familiarizar-se com os canais que existem, bem como com as categorias de online marketing que tem à sua disposição para aplicar a sua estratégia.

Quais são os canais de marketing digital?

Para que possa pôr em prática as estratégias que delineou para atingir os seus objetivos, precisa também de identificar adequadamente os canais que tem à sua disposição para fazê-lo com sucesso. Vejamos quais são os canais a que pode recorrer:

Canais próprios

O primeiro tipo de canais a que deve recorrer em qualquer campanha de marketing, até por, normalmente, serem os mais fáceis de utilizar, são os seus canais próprios, independentemente de serem pessoais ou empresariais, desde que sejam detidos por você e sejam adequados para os fins a que se propõe. Os canais próprios podem ser o seu site, blog, perfis sociais, bem como quaisquer outros que você ou o seu negócio possa eventualmente controlar.

Canais ganhos

Muitas vezes descurados, mas igualmente importantes, são os canais ganhos, isto é, os canais que lhe permitem obter maior exposição, mas que não são seus nem são pagos. Estes canais podem ser outros sites ou blogs, em que publica guest posts, tem reviews ou testemunhos sobre os seus produtos ou serviços, mas também pode assentar em trabalho de relações públicas que pode fazer de forma a fomentar o reconhecimento. A partilha do seu conteúdo nas redes sociais pelas pessoas que seguem as suas contas é um dos melhores canais ganhos que pode ter.

Canais pagos

Os canais pagos são aqueles que você pode usar mediante o gasto de dinheiro, mas que lhe permite chegar a um público-alvo mais abrangente e, ainda, potencialmente interessado nos seus produtos ou serviços. Um dos melhores exemplos é o Google AdWords, a plataforma de publicidade paga do Google, mas o Facebook Ads tem vindo também a ganhar muita popularidade, devido ao tempo que as pessoas gastam nas redes sociais. Banners em outros sites e eventuais posts patrocinados são também outras formas de publicidade a que pode recorrer nos canais pagos para aumentar a sua visibilidade.

Como fazer marketing digital

Identificar o público-alvo e criar uma estratégia

Em qualquer estratégia de marketing, quer seja online, que seja offline, você precisa de conhecer o seu público-alvo, a audiência para a qual irá publicitar os seus produtos ou serviços. Isto porque as melhores campanhas de marketing ou, se quisermos chamar de outra forma, as mais eficazes são também as mais personalizadas.

Assim sendo, é importante identificar qual o seu cliente ideal. Para fazê-lo, poderá pesquisar, fazer inquéritos no seu site, entre outras medidas, para conhecer melhor o seu cliente. Tenha em atenção que deverá recorrer a dados reais e não a presunções, pois estas poderão fazer que crie uma campanha que, na realidade, não lhe trará quaisquer benefícios. Entre os dados mais importantes que pode recorrer estão: idade, localização, profissão, interesses, objetivos, entre outros.

Depois de identificar o perfil do seu público-alvo, urge definir uma estratégia, para atingir o seu objetivo. Esse, como acontece com todos os negócios, deverá passar pelo aumento das leads (contactos) e, claro, das suas próprias vendas.

A sua estratégia de marketing digital poderá incorporar vários dos elementos dos canais que referimos acima, os quais, quando usados em conjunto, poderão permitir que você alcance os seus objetivos. Por isso, depois de identificar o seu público e criar uma estratégia com base no mesmo, deverá passar à fase prática, aplicando a mesma.

Aplicar a sua estratégia de marketing digital

Após termos visto quais são os canais que tem à sua disposição, importa vermos também quais os elementos de marketing digital mais importantes que pode usar, neste caso online (também existem offline, em veículos como a rádio, televisão ou telefone, mas cujo público é mais difícil de segmentar e, por conseguinte, de personalizar as campanhas), quando for pôr em prática a sua estratégia:

Pesquisa paga

Uma das possibilidades que tem ao seu dispor para direcionar tráfego verdadeiramente interessado nos seus produtos ou serviços para um site, é através da pesquisa paga. Conhecida por termos como paid search ou pay-per-click (PPC), é ideal quando os seus resultados orgânicos ainda não são os melhores, permitindo-lhe obter resultados patrocinados. Ou seja, quando um usuário faz uma pesquisa com uma determinada palavra-chave no motor de busca, que você está a usar na campanha que criou, por exemplo no Google AdWords, estes resultados irão aparecer no topo ou na barra lateral dos resultados de pesquisa, comumente conhecidos por SERP (search engine results pages).

A vantagem é que você só paga quando clicam realmente no seu anúncio, o que aumenta o seu ROI (return on investment). Estes são anúncios que são direcionados a um determinado público, pelo que apresenta uma taxa de conversão bastante interessante.

SEO – Search engine optimization

Você certamente já ouviu falar do termo SEO, que na prática refere-se à otimização para os motores de busca. Essa técnica pode ser a aliada perfeita da pesquisa paga. Trata-se essencialmente de uma estratégia que visa otimizar o seu conteúdo, bem como outros aspetos de um site, quiçá mais técnicos, para beneficiar de um melhor posicionamento no Google, de preferência, na primeira página de resultados para uma determinada palavra-chave.

Acima de tudo, o objetivo é levar visitas ao seu site, quando estão a pesquisar por serviços, produtos ou qualquer outra informação relacionada com os mesmos e que você disponibilize no seu site. O SEO é gratuito, porque é trabalho que você faz no seu próprio site e conteúdo, mas pode colher bastantes benefícios desse trabalho, em particular, com o aumento de tráfego orgânico (não pago) para o mesmo.

Marketing de conteúdos

No marketing digital existe uma máxima que se chama “o conteúdo é rei”, o que demonstra a importância que o seu conteúdo (e a qualidade do mesmo) tem nos seus esforços de marketing. Na verdade, o conteúdo é crucial para o SEO, ajuda você e o seu projeto a obter reconhecimento nas mídias sociais e, ainda, permite-lhe ter algo de valor a oferecer aos potenciais clientes que chegam ao seu site através de e-mails ou anúncios pagos.

Nesse sentido, é importante criar conteúdo que não seja predominantemente publicitário, mas que também seja informativo e inspirador. Trata-se de criar valor para os usuários e clientes. Depois, ao disponibilizar esse conteúdo de qualidade e relevante para a sua audiência, esta poderá reconhecer o seu site ou empresa como uma fonte credível de informação. Não esquecer também que o conteúdo de qualidade ajudar-lhe-á a reduzir a taxa de rejeição, o que é importante para melhorar o seu ranking nos motores de busca.

Social media marketing

Muitas pessoas usam as redes sociais não só para entretenimento, mas também para pesquisarem e obterem informações sobre uma determinada empresa antes de entrarem em contacto com a mesma, quer para comprar um produto, quer para encomendar um serviço.

Nesse sentido, é importante configurar adequadamente as redes sociais, assegurando que os dados relativos ao seu projeto estão todos corretos, como o URL do seu site, e-mail de contacto, entre outros, mas também que publica conteúdos relevantes para a sua audiência, de forma a que possa tirar partido da funcionalidade da partilha, isto é, de forma a fomentar a partilha dos seus conteúdos por parte dos seus próprios seguidores e, assim, chegar a ainda mais pessoas.

E-mail marketing

O e-mail marketing não é certamente nenhuma novidade para si. Afinal, há mais de duas décadas que o mesmo é usado e decerto continuará a ser usado no futuro também. A sua importância permanece sólida, pois é uma forma célere e direta de entregar informação a pessoas que tenham subscrito uma determinada newsletter. Portanto, pessoas verdadeiramente interessadas no que você tem para oferecer ou, inclusive, já clientes.

Isto acontece porque as pessoas têm uma relação de proximidade com o seu e-mail. Todavia, como é óbvio, é necessário ter os devidos cuidados com a campanha de e-mail marketing que criar. Para obter sucesso, deverá certificar-se que cria uma campanha que seja informativa e relevante, mas ao mesmo tempo envolvente.

Marketing de afiliados

Especialmente para quem tem uma loja online, o marketing de afiliados é também uma opção a considerar. Isto porque trata-se de uma forma de marketing que permitem penetrar ainda mais no mercado, usando outros sites cuja audiência pode estar interessada nos seus produtos. Para o efeito é preciso criar e disponibilizar um programa para afiliados, que permitirá pagar aos afiliados uma comissão sobre as vendas geradas pelos mesmos, mais concretamente pelo site em que a venda se originou. A Amazon é uma das empresas que melhor usa essa estratégia de marketing.

A não descurar na sua campanha de marketing digital é certamente também o mobile marketing. Isto porque os dispositivos móveis fazem cada vez mais parte integrante das nossas vidas, pelo que é essencial que os profissionais percebam como usar adequadamente esse canal que, embora único, é também muito pessoal. Desde os SMS, MMS até aos aplicativos, existem muitas formas de fazer marketing nesses dispositivos, mas o essencial é mesmo encontrar o método ideal para o seu negócio.

Repare que a sua estratégia de marketing digital não deverá assentar numa categoria ou elemento só, mas sim ser diversificada, pois só assim poderá colher os devidos proveitos dos seus esforços e tornar o seu negócio verdadeiramente competitivo no mercado atual.


Partilhe esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.