Como Fazer um Site Pessoal para Fins Profissionais

Como Fazer um Site Pessoal para Fins Profissionais



Atualmente, ao contrário do que sucedia no passado, em que o currículo em papel era a única forma ao dispor dos recrutadores e empregadores de avaliarem o potencial de um determinado candidato, existem várias formas de fazerem essa avaliação. A análise do seu perfil do LinkedIn, bem como do seu site pessoal, são parte integrante do processo de recrutamento de muitas empresas, especialmente em setores de mercado ligados à Internet, como o web design.

Embora muitas pessoas já tenham recorrido à rede social profissional que referimos, é indubitável que muitas outras ainda não criaram o seu próprio site pessoal, mesmo sabendo que o mesmo pode ser um importante veículo de comunicação, quer com potenciais clientes, quer com potenciais empregadores.

Se tem dúvidas como criar um site afim, neste artigo, vamos mostrar-lhe o que é que um site pessoal deve ter, para fins profissionais, bem como fazer o seu próprio site facilmente, sem gastar muito dinheiro para o efeito.

O que é que um site pessoal, mas para fins profissionais, deve ter

Se o seu objetivo passa por criar um site pessoal, mas para fins profissionais, isto é, para representar o seu trabalho de freelancer ou para mostrar o seu portfólio a potenciais empregadores e clientes, existem alguns aspetos que o mesmo deverá focar, garantido que tem páginas como:

Sobre mim

Como poderá constatar em qualquer site empresarial, existe sempre uma página “Sobre nós”. Nesse sentido, como se trata de um site profissional, aproveite para criar uma página “Sobre mim”, onde poderá fazer uma rápida introdução sobre si e sobre o seu trabalho, bem como ainda sobre a sua experiência. Crie um texto simples para o efeito, curto, pois a qualidade do seu trabalho deverá falar por si.

Serviços

Naturalmente, para poder “vender” os seus serviços, deverá ter uma página dedicada aos mesmos. Nesta, deverá aproveitar para clarificar detalhadamente quais são os serviços que fornece, bem como porque é que deverão escolher você, em detrimento de outros profissionais ou empresas, isto é, as vantagens de optarem pelo seu serviço.

Contactos

Naturalmente, para que possam lhe contactar, deverá criar uma página dedicada às suas formas de contacto. Para o efeito, poderá incluir na página um formulário de contacto ou, em alternativa, optar por disponibilizar o seu endereço de correio eletrónico profissional, potenciais páginas das redes sociais, bem como quaisquer outros que considere pertinentes.

Portfólio

Para que as pessoas possam avaliar adequadamente a qualidade do seu trabalho, nada como incluir uma página de “Portfólio”. Nesta, poderá mostrar os melhores exemplos do seu trabalho, referências e, se possível, testemunhos de pessoas e empresas às quais já tenha prestado serviços anteriormente.

Preços

Embora seja opcional, poderá também incluir no seu site uma página sobre os preços praticados ou, em alternativa, optar por indicar os mesmos na página dedicada aos serviços. De qualquer modo, se optar por uma página separada, indique claramente qual é a sua política de preços. Pelo menos numa primeira fase, deverá ter em consideração a importância de ter preços competitivos, para poder rivalizar com outros concorrentes e, claro, ganhar uma carteira de clientes online interessante.

Blog

Um blog associado ao seu site pode ser excelente para alavancar o seu tráfego orgânico e, quiçá, receber mais leads (contactos). Além disso, um blog pode também ser uma forma de mostrar a potenciais clientes ou empregadores o seu conhecimento sobre determinada área. De qualquer modo, é um elemento opcional.

Como fazer um site pessoal… mas profissional

Facilmente poderia criar um site pessoal, mas amador, recorrendo a uma plataforma de criação de sites gratuitos, todavia, para efeitos laborais, deverá criar um site pessoal e, concomitantemente, profissional. Os passos para fazer um site pessoal não diferem dos que são necessários para criar outro tipo de site, pois, na verdade, o único aspeto diferente reside no conteúdo. Dito isto, vejamos abaixo como pode criar o seu próprio site:

Registar um domínio

Qualquer projeto online, inclusive pessoal, começa pelo registo de um domínio. Em plataformas gratuitas, você pode usufruir de um subdomínio, contudo, em plataformas profissionais, poderá registar um domínio personalizado, o qual decerto fornecerá maior credibilidade ao seu projeto. Poderá usar o seu próprio nome no domínio ou, pelo contrário, o nome do seu eventual projeto. Existem várias terminações ao seu dispor para o efeito, mas as recomendadas são as de topo, quer nacionais (como .pt ou .br), quer as internacionais (como .com, .net, .org ou .info).

Contratar plano de hospedagem

Assim que registar o seu domínio, deverá contratar um plano de hospedagem para associar ao mesmo. Existem vários planos ao seu dispor, desde os mais básicos, até aos mais avançados. Independentemente do plano escolhido, o importante é a qualidade do serviço de hospedagem. No Site Fácil,  poderá beneficiar de planos de hospedagem de grande qualidade, em discos SSD, para otimizar o desempenho dos sites, com criador de sites profissional, instalador de aplicativos, entre outras funcionalidades.

Instalar um criador de sites

Depois de garantir um plano de hospedagem para o seu site, deverá instalar o seu criador de sites, de forma a criar e publicar posteriormente o seu conteúdo. Para um site pessoal, poderá optar por instalar um CMS (content management system) ou sistema de gestão de conteúdo. Já aqui falamos sobre os melhores CMS que tem ao seus dispor, porém, é inegável que o WordPress é o mais utilizado e, provavelmente, o mais fácil de utilizar. De qualquer modo, através do cPanel, o painel de administrador da sua conta de hospedagem, poderá instalar facilmente qualquer aplicativo pretendido.

Criar e publicar o conteúdo

Por fim, o último passo assenta invariavelmente na criação e publicação de conteúdo. Para o efeito, siga as dicas que veiculamos acima, criando páginas sobre si, os contactos, portefólio, entre outras, para que outras pessoas possam visualizar a qualidade do seu trabalho e, naturalmente, entrar em contacto consigo para contratar os seus serviços. Certifique-se, contudo, que cria conteúdo original, bem escrito, sem erros ortográficos e gramaticais, para conferir uma ideia profissional aos potenciais clientes.

Seguindo os passos supracitados, poderá criar de forma simples e fácil o seu site pessoal. Todavia, mesmo assim, se tiver dificuldades em criar o seu projeto no Site Fácil, não hesite e contacte-nos já, para que possamos ajudar-lhe a ter uma presença online.


Partilhe esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.