Como Fazer um Blog Responsivo em WordPress

Como Fazer um Blog Responsivo em WordPress



Anteriormente, os webmasters e web designers, quando trabalhavam em blogs, pouco tinham com que se preocupar. Afinal, os seus projetos eram visualizados apenas nos tradicionais desktops e, por isso, não tinham que se preocupar com fatores como o tamanho do ecrã ou da resolução da imagem noutro tipo de dispositivos. A verdade é que o surgimento de dispositivos móveis como o smartphone e o tablet veio alterar por completo esse paradigma, despoletando a necessidade de se adotar o web design responsivo. Isto para permitir otimizar a experiência do usuário enquanto navegasse no seu blog (ou site). Mas, como fazer um blog responsivo?

Na verdade, como veremos mais abaixo, ao recorrer ao principal sistema de gestão de conteúdo para criar o seu blog, torná-lo responsivo pode ser tão fácil quanto a simples alteração de template. Simples, certo? De qualquer modo, este artigo ensinar-lhe-á como fazer um blog responsivo em WordPress, mesmo que não tenha qualquer experiência prévia na criação de blogs ou sites.

Mas, afinal, o que é um blog responsivo?

Na prática, um blog responsivo é um blog que, como se baseia em web design responsivo, tem a capacidade de se adaptar a qualquer tamanho de ecrã, permitindo que o usuário tenha uma boa experiência de navegação, independentemente de estar a utilizar o seu computador convencional, tablet ou smartphone. Portanto, o web design responsivo permite que o blog se adapte de forma instantânea ao dispositivo, assegurando uma imagem profissional e cuidada em todos os dispositivos.

Vantagens de um blog responsivo

Existem várias vantagens associadas ao web design que está por trás de um blog responsivo, entre as quais podemos realçar:

  1. Amigável ao Google: para além de ser amigável aos visitantes, um blog que seja responsivo é também amigável aos motores de busca, como o Google. Por isso mesmo, a responsividade e velocidade de carregamento do seu blog em dispositivos móveis pode ajudar a influenciar o posicionamento do seu blog nas SERP (search engine results pages).
  2. Baixa taxa de rejeição: baixar a taxa de rejeição é fundamental para provar que tem um blog de qualidade aos olhos do Google e a responsividade de um blog ajuda-lhe a conseguir isso mesmo. Muitos usuários saem imediatamente de um blog se constatarem que o mesmo não é responsivo, dificultando a navegação e leitura dos conteúdos.
  3. Custo acessível: na verdade, para ter um blog responsivo, ao recorrer a um sistema de gestão de conteúdo, normalmente, você apenas precisa de comprar e instalar um template responsivo, além dos gastos convencionais com domínio e hospedagem. Nesse sentido, é acessível.
  4. Experiência do usuário: a responsividade permite que os usuários, quando acedem ao seu blog, tenham uma ótima experiência de navegação, independentemente dos dispositivos utilizados, eliminando a necessidade constante de focar os conteúdos para poder lê-los.
  5. Maior flexibilidade: uma das suas principais vantagens reside na flexibilidade. Isto porque o web design responsivo permite que o blog seja visualizado e tenha uma imagem uniforme nos vários dispositivos a que pode recorrer para aceder à Internet, ou seja, desktop, smartphone e tablet.

Como fazer um blog responsivo em WordPress

Partindo do pressuposto que vai criar um blog profissional, numa plataforma paga, em detrimento de um blog numa plataforma gratuita, como o Blogger, em que esse processo normalmente é automático, os passos que deve efetuar não são diferentes dos associados à criação de um blog convencional. Vejamos abaixo como fazer um blog responsivo em WordPress:

Adquirir o seu domínio

Para quem está a fazer um blog responsivo de raiz, nada como começar por adquirir o seu domínio. O domínio será o endereço do seu blog e o que permitirá identificar e localizar o mesmo na Internet. Existem várias terminações pelas quais pode optar, contudo, mesmo assim, de forma a conferir maior credibilidade ao mesmo, é importante que recorra a terminações de topo, quer nacionais (como .pt ou .br), quer internacionais (como .com, .net, .org e .info). Se desejar poderá adquirir o seu domínio aqui no Site Fácil.

Comprar conta de hospedagem

Depois de já ter um domínio para o seu blog, para prosseguir com o processo, deverá comprar uma conta de hospedagem, sem a qual não conseguirá ter o seu blog online. É precisamente esta conta que permite que você hospede todas as pastas e ficheiros do seu blog num servidor e permitir-lhe-á depois instalar um sistema de gestão de conteúdo, neste caso, o WordPress. Existem vários planos de hospedagem de blogs, sendo que deverá escolher um plano de acordo com os recursos que acha que o seu projeto irá necessitar.

Instalar o WordPress

Depois de comprar uma conta de hospedagem e ter acesso à mesma, já pode instalar um sistema de gestão de conteúdo, neste caso, o WordPress, embora possa instalar outro, se assim preferir, como o Joomla. Em todo o caso, através do cPanel, um painel de controlo que está associado à sua conta de hospedagem, terá acesso a um instalador de aplicativos a que pode recorrer para instalar o seu sistema de gestão de conteúdos em poucos cliques.

Recorrer a um template responsivo

Quando se instala o WordPress, tem-se acesso a templates default, isto é, templates que vêm já com o próprio aplicativo, os quais são bastante simples. Nesse sentido, para alterar o seu template e garantir que usa um responsivo e não estático, nada como fazer uma pesquisa numa plataforma de venda de templates responsivos profissionais, como, por exemplo, o ThemeForest ou o Template Monster. Evite plataformas gratuitas que não sejam atualizadas há muito tempo, pois, nestes casos, encontrará muitos templates não responsivos. Após selecionar e comprar um template responsivo, apenas tem de instalar o mesmo, entrando no seu painel de administrador do WordPress e clicando em apresentação > temas > adicionar novo.

Ter um blog responsivo em WordPress é tão simples quanto isso. Faça já o seu blog no Site Fácil, começando por registar o seu domínio personalizado e adicionar um plano de hospedagem ao mesmo.


Partilhe esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.